Rumo aos 28

Em uma semana se aumentam a quantidade de velas no meu bolo. 28 primaveras. Bem-vindas. Bem vividas. Bem-queridas.

De todas as possibilidades que eu criei pro meu futuro ele retribuiu em dobro.

Formada, pós graduada, trabalhando com o que gosto, com a casa própria, conhecendo o mundo, família unida, amigos presentes, casada com o homem que eu amo… O que mais poderia querer da vida? Não me digam “filhos”, pois apesar de que quando mais nova eu achava que teria filhos aos 28 o universo entendeu a minha falta de juízo anterior rs. Parece que antes eu acreditava que os 28 seriam o ápice da maturidade, assim como hoje eu imagino que “os 30 anos serão a idade do sucesso”, rs. Mas cheguei a uma conclusão, “que apesar de termos feito tudo o que fizemos ainda somos os mesmos e vivemos como os nossos pais”.

E agora eu entendo e não culpo mais meus pais por tudo, já percebi que isso é um absurdo, provavelmente serei igual quando eu crescer.

São coisas que só descobri agora, beirando os 28.  Tenho tudo que eu quis mas sei lá… Será que é mesmo isso aí? Então eu quero mais e não dá pra ser depois, agora que já éh! Olá destino da Maísa, por favor continue surpreendendo.

Acho que a morbidez auxilia na meditação. Andei doente. Crise de tosse, pulmão dolorido. Preciso arranjar fôlego pra soprar tantas velas.

Inspiração e reflexão em:

Elis Regina,

Legião Urbana

Lulu Santos,

De repente 30

Anúncios

Algum comentário sobre o que eu disse? Me conte..

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s